10 PRINCÍPIOS DA QUALIDADE TOTAL Não aceitação de erros (o 10 princípio)

Afinal, vamos encerrar com chave de ouro os dez princípios da qualidade e começando com um texto que li num livro chamado TERAPIA DA AUTO ESTIMA (Kareen Katafiasz, Ed. Paulus)

“Existem dois tipos de vergonha:

  1. A vergonha saudável lhe diz que você fez algo terrivelmente errado.
  2. A vergonha tóxica lhe diz que você é terrivelmente errado.
  3. Você precisa lidar com os dois tipos de vergonha.”

Não aceitação dos erros diz respeito à nossa vergonha saudável! Afinal todos nós cometemos erros! E muitos. E se somos assim, imaginem quantos erros cometemos em nossas empresas, onde trabalhamos. E se você é do tipo que diz: — Ah! Eu não cometo erros! — já começou cometendo o primeiro erro, o da ignorância em não reconhecer que comete erros.

Relembrando e para quem chegou depois, segundo Joseph M. Juran, são dez os princípios que regem a gestão pela Qualidade Total:

  1. Foco no cliente
  2. Abordagem participativa
  3. Desenvolvimento das pessoas
  4. Constância de propósitos
  5. Aperfeiçoamento contínuo
  6. Abordagem de processos
  7. Delegação
  8. Disseminação de informações
  9. Garantia da qualidade
  10. Não aceitação de erros

Não aceitação de erros 001

 

 

A não aceitação de erros não significa não errar mas:

  • buscar acertar sempre
  • reconhecer quando se comete erros
  • aprender com erros
  • conhecer suas causas
  • eliminar estas causas
  • assegurar que estes erros não serão cometidos novamente ou estarão sob condições controladas.

Uma organização que incorpora este princípio, possui valores como estes:

  • o padrão de desempenho desejável deve ser o de “zero defeito”;
  • todos tem clara noção do que é estabelecido como “o certo”;
  • processos formalizados dentro do princípio da garantia da qualidade
  • desvios podem e devem ser medidos para localizar a causa principal do problema e planejar ações corretivas
  • o custo da prevenção é maior que o custo da correção

Quando a empresa decide optar e praticar este princípio significa que estará desenvolvendo ferramentas gerenciais adequadas para tal, monitorando-se através de questões que devem ter respostas afirmativas como:

  • processos — e seus pontos críticos — identificados
  • onde é possível medir, os processos possuem indicadores de desempenho estabelecidos em consenso por pessoal competente
  • onde não é, monitoramentos estão estabelecidos da mesma forma
  • erros, tolerâncias e desvios são tratados conforme a magnitude e criticidade de suas conseqüências junto aos clientes em geral (internos e externos)
  • ações são desenvolvidas para “melhorar” continuamente o sistema sejam de caráter corretiva ou preventiva

E como nós internalizamos este conceito em nossa vida dentro — e fora — da organização, ou seja, como nos tornarmos indivíduos que praticam o princípio de não aceitar erros sem nos tornarmos perfeccionistas ou virarmos “neuróticos da perfeição” .  Através de práticas constantes como:

  • agir de forma emocionalmente inteligente;
  • pedir feedback e reconhecer nele uma ferramenta importante de auto desenvolvimento;
  • reconhecer que temos comportamentos “defeituosos” que nos impedem de alcançar o sucesso em nossos relacionamentos pessoais e profissionais;
  • refletir de forma equilibrada procurando encontrar as causas ou origens desses comportamentos, como eles se manifestam, quais suas conseqüências;
  • estabelecer um “plano de ação pessoal” para eliminar as causas deste comportamento ou coloca-lo sob condições controláveis;
  • reavaliar periodicamente se o comportamento indesejado foi alterado/melhorado e se isto é percebido pelas pessoas; e
  • tornar o hábito de “agir buscando acertar sempre” incorporado em nosso dia a dia sem que isso venha a prejudicar nossa auto estima nem a auto estima daqueles que nos cercam.

Espero ter contribuído para mostrar aos leitores que tudo aquilo que se aplica nas empresas buscando a QUALIDADE é diretamente aplicável em nossa vida pessoal me colocando a disposição das pessoas e organizações para conversar sobre o tema.

 

FIQUE ATUALIZADO
 
Inscreva-se para Cadastro Decisão Consultoria

powered by MailChimp!
 
 

Deixe um comentário